Um lugar diferente de tudo, com infraestrutura e paisagens de tirar o fôlego. Se é isso que buscam, que tal considerar passar a lua de mel na Noruega? O país abençoado por cenários e fenômenos estonteantes vai deixar vocês maravilhados. Listamos algumas das atrações naturais para curtir a dois – e quem sabe até se aventurar?

 

Leia mais:

Casar na Polinésia Francesa pode ser mais barato do que imagina

Qual destino escolher quando o casal quer viagens diferentes?

 

Fiordes

Existem mais de mil no país, mas os mais icônicos se encontram na coste oeste, como o Geiranger e Nærøy, considerados Patrimônios da Humanidade da Unesco, e Sogne, o maior e mais profundo da Noruega. Às margens dos fiordes se encontram vilarejos muito charmosos, com um povo hospitaleiro e uma hotelaria histórica que mostra toda a tradição norueguesa.  As opções de atividades nesses lugares são praticamente infinitas, incluindo cruzeiros, trilhas, ciclismo, canoagem, caiaque, escalada e muito mais.

 

Montanhas

Elas estão na lista de paisagens mais fotografadas do país. Casais experientes podem usar um dos pontos de escalada, como o vale de Romsdalen, conhecido como o coração alpino, atrai aventureiros do mundo inteiro. Outra opção para explorar as montanhas do país é fazer uma trilha, alcançando os mirantes mais incríveis. Algumas das trilhas mais conhecidas são a de Pulpit Rock (foto), Trolltunga e Kjerag, todas localizadas na região dos fiordes.

 

Geleiras

Verdadeiras maravilhas da natureza, vocês não podem deixar de conhecer as geleiras, como a de Jostedalsbreen, a maior da Europa, que cobre mais de 400km2 e atinge uma espessura de 600m. Com o auxílio de guias experientes e equipamento adequado para garantir a segurança, a experiência de caminhar no gelo pode ser uma experiência inesquecível. Também é possível fazer escaladas e, em algumas geleiras, como Tystigbreen e Folgefonna, existem centros de esqui de verão.

 

Aurora Boreal

Admirar as luzes dançantes no céu da Noruega em clima romântico pode ser uma das maiores atrações para os casais. O diferencial de observar o fenômeno no país é, mais uma vez, a facilidade de acesso e a estrutura turística completa, que permite que os enamorados embarquem nessa aventura com todo o conforto. As maiores chances de presenciar a aurora boreal acontecem no inverno, entre os meses de dezembro e março, na região norte da Noruega. A cidade de Tromsø merece destaque e passou a ser conhecida como “capital da aurora boreal”. Mas para quem quer levar a experiência além das cidades, existem diversas excursões inusitadas para ir à caça do fenômeno, como um passeio de snowmobile ou de trenó.

 

Sol da meia-noite

Durante os meses de verão, por conta da rotação da terra em relação ao sol, o norte da Noruega fica o dia todo iluminado. Muitas pessoas vão até destinos acima do círculo polar ártico, como o cabo norte (ponto mais setentrional da Europa) para observar o sol que não se põe no horizonte, um verdadeiro espetáculo. As ilhas Svalbard também podem ser o lugar ideal para presenciar o fenômeno, já que por lá o sol não se põe entre os meses de abril e agosto. Durante este período, acontecem diversos eventos pela madrugada, com destaque para a Maratona do Sol da Meia-Noite e os torneios de golfe.

 

Fotos: Pixabay (abre) e divulgação

Escrito por

Katia Deutner

Jornalista por formação e apaixonada por este universo de magia e encantos. Já trabalhou em diversas revistas do setor e tem um olhar apurado para o belo.