Muitas pessoas não abrem mão de um casamento com toda o glamour de uma cerimônia religiosa na igreja. Mas como todo espaço, há algumas regras e cuidados que os noivos devem ter. E nem tudo o que a noiva sonha pode ser permitido. Confira algumas dicas da Casuarinas Casa de Festas.

  1. Consulte os responsáveis pela administração antes de decidir por um tipo de decoração. Há regras quanto aos materiais que podem ou não ser usados ou locais que não devem ser decorados. Algumas ainda restringem o uso de velas ou decorações aéreas.
  2. Algumas indicam profissionais que costumam trabalhar e outras chegam a impor. Vale a pena fazer orçamento com os profissionais indicados, mas também procure outros para ter uma ideia dos valores que estão sendo praticados.
  3. Veja fotos de decorações que esses profissionais já fizeram para ter uma ideia do que quer no dia do seu casamento. De qualquer forma, pesquise previamente em revistas de noiva ou na internet para ajudar na escolha de cores e tipos de flor, ou mesmo de uma iluminação especial.
  4. Se você não optar por um dos profissionais indicados, peça para o contratado fazer uma visita à igreja. A importância de fazer medições, escolher os locais que receberão decorações e onde criar destaques decorativos especiais serão fundamentais para o sucesso da cerimônia.
  5. Decorações de casamentos são geralmente feitas com flores, mas podem ser combinadas com outros materiais para ficar mais interessante. Folhagens, tecidos, velas, iluminações diferenciadas, vasos de cristal, castiçais e até frutas complementam bem a decoração de casamento feita na igreja, deixando-a deslumbrante.
  6. Se deseja economizar, opte pela utilização de flores da época, que se conservam melhor mesmo em estações mais extremas. Flores do campo, rosas e gipsófilas (mosquinhos) são opções bonitas e baratas. Complemente os arranjos com folhagens, que tem o valor bastante acessível e ajuda a dar volume.
  7. Lembre-se que o corredor é um local muito importante, mas que outros espaços também devem ser valorizados, como a entrada e o altar. Ao se destacar a arquitetura da igreja através de um projeto personalizado de decoração é possível conseguir belos efeitos.
  8. Os arranjos devem ser proporcionais ao espaço e não podem atrapalhar a visibilidade dos convidados que irão ao casamento prestigiar os noivos. Além disso, os muito altos e grandes atrapalham a passagem do cortejo pelo corredor da igreja.

Fotos: Pixabay

Leia mais:

16 músicas para animar qualquer casamento

Vai casar no verão? Confira 10 dicas para ser um sucesso

 

Escrito por

Katia Deutner

Jornalista por formação e apaixonada por este universo de magia e encantos. Já trabalhou em diversas revistas do setor e tem um olhar apurado para o belo.