Localizado na Jordânia, o Deserto de Wadi Rum está a 1.600 metros acima do nível do mar e é conhecido por ser um dos mais singulares e bonitos do mundo

Localizado na Jordânia, o Deserto de Wadi Rum está a 1.600 metros acima do nível do mar e é conhecido por ser um dos mais singulares e bonitos do mundo

Já está sonhando com o dia em que a pandemia do novo coronavírus acabar e você poderá enfim curtir sua lua de mel? Um lugar que recomendamos – e que pode não ter aglomerações – é o Deserto de Wadi, na Jordânia. Também conhecido como Vale da Lua, ele é um labirinto de paisagens rochosas. Está localizado a uma altura de 1.600 metros acima do nível do mar, na região sul do país, que é montanhosa.

Localizado na Jordânia, o Deserto de Wadi Rum está a 1.600 metros acima do nível do mar e é conhecido por ser um dos mais singulares e bonitos do mundo

O Deserto de Wadi é reconhecido como um dos mais singulares e bonitos do mundo e foi o primeiro sítio misto da Jordânia a ser declarado Patrimônio Mundial pela Unesco. É bem provável que você lembre das paisagens lindas do filme Lawrence da Arábia, de 1962, que foi rodado por lá.

O deserto está apenas 10 km da fronteira com a Arábia Saudita e 70 km de distância da cidade litorânea de Aqaba, uma das mais turísticas e que faz fronteira com Israel. A 112 km dali fica a famosa Petra, a cidade que foi construída na rocha, uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno e Patrimônio Mundial da Humanidade.

Localizado na Jordânia, o Deserto de Wadi Rum está a 1.600 metros acima do nível do mar e é conhecido por ser um dos mais singulares e bonitos do mundo

Atrações de Wadi

Durante a lua de mel, a aventura pode ser constante ao explorar o deserto com jipes 4×4 em tour guiado, sendo mais barata e prática. Algumas pessoas fazem o trajeto de camelo, mas é uma opção que demora mais e vocês podem deixar de conhecer alguns lugares. Escaladas e sandboard podem ser divertimento a mais para quem tem mais tempo para explorar a região. Há ainda quem goste de descobrir as mensagens secretas gravadas há mais de quatro mil anos ou até mesmo fazer um passeio de balão para ver o nascer do sol.

A cor de suas terras é o que mais impressiona os viajantes. Ao contrário das cores pastel dos desertos, em Wadi o que se encontra é uma coloração alaranjada e avermelhada. Aliás, foi por este motivo a escolha do local para a locação do filme Perdido em Marte (2015), que lembra muito o planeta vermelho.

Um dos cenários mais visitados são as pontes de pedra, feitas de formações geológicas há milhares de anos. Ao total são três: Rock Bridge, Burdah Rock Bridge e Little Bridge. Além disso, a Duna de Areia (local perfeito para sandboard), as pinturas rupestres dos petroglifos e a montanha chamada de Os Sete Pilares da Sabedoria.

Pernoite no deserto

Há ainda antigos moradores que vivem nas áreas desertas, que são habitadas há mais de mil anos. Existe uma vila de beduínos dentro do parque, onde os turistas podem se hospedar em glampings. Alguns acampamentos luxuosos, como os do Wadi Rum Bubble Luxotel, possuem todas as acomodações de um hotel, como restaurantes, internet e banheiros privados. As tendas panorâmicas envidraçadas permitem ver o céu estrelado durante a noite. Uma das atrações é passar a noite ao redor de uma fogueira escutando histórias de pessoas locais e provando pratos típicos dos beduínos.

Localizado na Jordânia, o Deserto de Wadi Rum está a 1.600 metros acima do nível do mar e é conhecido por ser um dos mais singulares e bonitos do mundo
Localizado na Jordânia, o Deserto de Wadi Rum está a 1.600 metros acima do nível do mar e é conhecido por ser um dos mais singulares e bonitos do mundo
Localizado na Jordânia, o Deserto de Wadi Rum está a 1.600 metros acima do nível do mar e é conhecido por ser um dos mais singulares e bonitos do mundo
Localizado na Jordânia, o Deserto de Wadi Rum está a 1.600 metros acima do nível do mar e é conhecido por ser um dos mais singulares e bonitos do mundo

Fotos: Visit Jordan

Escrito por

Katia Deutner

Jornalista por formação e apaixonada por este universo de magia e encantos. Já trabalhou em diversas revistas do setor e tem um olhar apurado para o belo.