Festa cachorrinhos (durante a quarentena) – Valentina O aniversário de 3 anos precisava ser especial, afinal, a pequena já entende e sonha com o dia da comemoração. Mas neste ano, a festa cachorrinhos teve que ser durante a quarentena

O aniversário de 3 anos precisava ser especial, afinal, a pequena já entende e sonha com o dia da comemoração. Mas neste ano, a festa cachorrinhos teve que ser durante a quarentena

A pandemia do novo coronavírus mudou muita coisa na nossa vida – inclusive a forma de comemorar. Para Valentina não foi diferente. A comemoração do seu aniversário teve que ser durante a quarentena, somente com seus pais, Cris e Maurício, a madrinha Sara Rissato, e todos os amigos e familiares em vídeo conferência. A festa cachorrinhos teve que ser a distância. “Tínhamos preparado uma festa para junho até começar a pandemia. Como ela faz três anos e nesta fase já entende melhor aniversário (inclusive por ter ido no de outros amiguinhos), estávamos preparando tudo com tempo, calma e organizado”, conta a mãe Cris Ledesma.

A solução foi deixar a comemoração para o próximo ano e preparar uma durante a quarentena, em casa mesmo, transformando tudo em algo especial para Valentina. “Fazer com que ela não sentisse falta de um aniversário de verdade. Então, decidimos o tema e comecei a pesquisar festas que já tinham acontecido com esse tema, mas o desafio maior era produzir algo sem sair de casa, sem pegar o carro e ir ver, escolher e decidir. Teria que ser tudo à distância e sem esquecer que era uma festa apenas para nós.”

Festa cachorrinhos (durante a quarentena) – Valentina O aniversário de 3 anos precisava ser especial, afinal, a pequena já entende e sonha com o dia da comemoração. Mas neste ano, a festa cachorrinhos teve que ser durante a quarentena

Festa cachorrinhos (durante a quarentena) – Valentina O aniversário de 3 anos precisava ser especial, afinal, a pequena já entende e sonha com o dia da comemoração. Mas neste ano, a festa cachorrinhos teve que ser durante a quarentena

Cachorrinhos para Valentina

Apesar de ter apenas três anos, a pequena Valentina já sentiu os efeitos na mudança da rotina. “Ela conseguiu lidar bem com a quarentena, mas ficou um pouco mais carente de amigos. Como ela tem paixão por cachorros, decidimos ter um [o Pastor-de-shetland Kevin]. Com o aniversário se aproximando, aproveitamos o novo membro da família e fizemos algo do universo dela, que tem a ver com o momento que estamos vivendo”, comenta Cris.

Na semana do aniversário, Valentina ficou mais ansiosa, perguntando ao acordar se naquele dia já era o dia da festa cachorrinhos. “Ela não entende muito bem tudo isso de isolamento. Não pode sair, brincar com amiguinhos, ir para a escola… Então sabíamos que se fizéssemos tudo com a participação dela, automaticamente teria uma expectativa de chegada de amigos para o parabéns, e isso não aconteceria”, detalha. Para driblar, os pais pediram para as mães dos amiguinhos da escola gravar um vídeo de parabéns e para os familiares e amigos uma mensagem em vídeo, que foi editado e passado após o parabéns virtual com família e amigos.

Festa cachorrinhos (durante a quarentena) – Valentina O aniversário de 3 anos precisava ser especial, afinal, a pequena já entende e sonha com o dia da comemoração. Mas neste ano, a festa cachorrinhos teve que ser durante a quarentena

Os preparativos

Foi a própria mãe quem fez o painel de balões e ela conta que foi um desafio. “A princípio pensei em fazer um painel com cachorrinhos desenhados em aquarela. Mas com a pandemia, as empresas estão com prazos longos e acabei perdendo. Ao pesquisar, me encantei com um painel de balões. Cotei com algumas empresas, mas um painel com três metros de largura precisaria de dois profissionais para montar em casa e, com a pandemia, achamos arriscado. Depois de assistir uns vídeos-aula no YouTube, pensei: eu faço! Calculei quantos balões e tamanhos seriam necessários e aproveitei uma estrutura antiga de backdrop e adaptei.”

Foram cinco horas para encaixar balões e flores artificiais em um emaranhado de fio de nylon e o resultado não poderia ser mais perfeito. “Aluguei algumas peças e outras comprei na internet. Os doces encomendei de uma confeiteira que já tinha feito nos anos anteriores. Mandei as referências e ela me enviou as provas por WhatsApp e entregou em casa. O bolo de corte [floresta negra] foi encomendado e o cenográfico escolhi por WhatsApp e recebi pelo correio.”

Entre os docinhos estavam brigadeiro (que Valentina ama), confeitados com casquinha de chocolate para simular potes de ração; pirulitos de chocolate personalizados com patinhas; e pães de mel personalizados com carinha de cachorrinhos. Na mesa, Cris colocou pipoca com chocolate para simular ração também.

Festa cachorrinhos (durante a quarentena) – Valentina O aniversário de 3 anos precisava ser especial, afinal, a pequena já entende e sonha com o dia da comemoração. Mas neste ano, a festa cachorrinhos teve que ser durante a quarentena

Com hora marcada

O parabéns foi projetado do celular para a TV e a pequena Valentina pode ver todos cantando para ela. “Ela estava muito feliz. Dentro do possível, conseguimos montar a mesa sem que ela visse. O painel ela viu assim que acordou e já percebeu que teria festa. Durante o dia perguntou cadê o bolo várias vezes… mas a montagem da mesa consegui fazer sem ela ver.”

Fotos: Sara Rissato

Festa cachorrinhos (durante a quarentena) – Valentina O aniversário de 3 anos precisava ser especial, afinal, a pequena já entende e sonha com o dia da comemoração. Mas neste ano, a festa cachorrinhos teve que ser durante a quarentena
Festa cachorrinhos (durante a quarentena) – Valentina O aniversário de 3 anos precisava ser especial, afinal, a pequena já entende e sonha com o dia da comemoração. Mas neste ano, a festa cachorrinhos teve que ser durante a quarentena

Fornecedores

Doces: Patti Galdinho

Bolo cenográfico: Atelier Fujii

Fotos: Sara Rissato

Escrito por

Katia Deutner

Jornalista por formação e apaixonada por este universo de magia e encantos. Já trabalhou em diversas revistas do setor e tem um olhar apurado para o belo.